vencedoresconcur
Dia de Los Muertos envolve a cidade em clima de festa e celebração

Um dos pontos altos do evento foi a premiação para a melhor fantasia Catrim e Catrina. Festival também  foi premiado.

O Festival Dia de Los Muertos foi um sucesso e mostrou a que veio neste último domingo, dia 30 de outubro. O evento, que reuniu mais 2 mil pessoas na Serraria Souza Pinto em Belo Horizonte, encantou a cidade desde o cortejo, que saiu pelas ruas com seus bailarinos, bikers, motohalleys e artistas circenses espalhando alegria e reunindo pessoas em cada esquina, até a chegada à Serraria onde muitas outras atividades esperavam a abertura dos portões. Depois da emocionante apresentação do espetáculo Fio da Vida a honra de encantar o público ficou por conta da cerimônia de premiação dos vencedores do concurso de fantasias Catrin e Catrina

O Festival Dia de Los Muertos já começou a tomar conta do imaginário das pessoas há mais de dois meses quando a divulgação do evento anunciava a cada dia uma atividade diferente. A cidade foi entrando no clima e foi surgindo o desejo de participar. “Fui uma das primeiras a confirmar presença no evento criado no facebook e nem sonhava em ganhar o concurso. Vim fantasiada porque achei que o evento merecia uma super produção pela riqueza que já apresentava na programação”, disse Daniele Cristina do Nascimento, 29, vencedora do prêmio de melhor fantasia Catrina. Para Daniele, que já é uma apreciadora da cultura mexicana e tem diversos artigos de decoração do país em casa, foi uma alegria ganhar a bolsa de estudos de espanhol, premiação dada pela Luziana Lanna Idiomas, uma das patrocinadoras do evento. “Agora vou aprender a falar espanhol, outro sonho realizado”, disse. A Luziana Lanna ainda premiou com outras duas bolsas as crianças Maria Teresa Melendez de Oliveira e Ana Cristina Melendez de Oliveira, irmãs e filhas de Marco Antonio Melendez, o Chapelão, que participou do Festival animando a ala da gastronomia com sua aula especial de produção de um prato mexicano. A família toda saiu em festa da Serraria. Alice Perdigão de Castro Santos, de 4 anos, foi outra criança premiada.

O Gran Finale e tão esperado momento ficou por conta da mega premiação para o mais bem caracterizado casal Catrin e Catrina. A CVC Turismo, por meio da Diana Pomar, diretora Conselho de Promoção Turística do México no Brasil, concedeu  uma viagem ao casal  Eustáquio Geraldo Moutinho, 23 anos, e Igor Vaz da Silva, também de 23 anos. O casal já contagiou o público desde que chegou ao evento. Chamando a atenção pela bela roupagem e perfeita maquiagem, desfilaram pelo salão da Serraria tirando fotos e fazendo poses e bocas. O cuidado e o carinho com os trajes mostrou a empolgação que o casal tem com o tema.  “Levamos três horas para nos maquiar. Nós mesmos fizemos tudo. Pesquisamos os melhores adereços para as roupas e a maquiagem mais bonita”, disse Eustáquio, que não escondia a alegria de ter ganho o prêmio. “Esse evento tem uma energia ótima”, disseram empolgados.

Os participantes do concurso só souberam da escolha quando foram chamados para subir ao palco. Desde o início do evento, a equipe de bailarinos do evento começou a observar as fantasias e a desenvoltura dos fantasiados no salão. Eleitos para subir ao palco e anunciados como participantes, foi a vez do público fazer a escolha. Com isso, o festival conseguiu durante suas 10 horas de realização, envolver os participantes com emoções que passeavam entre oficinas, apresentações, gincanas, música, gastronomia, história, cultura e alegria, muita alegria. O evento que tinha a morte como tema central celebrou a vida em todos os momentos.

A grande premiação da CVC
inclui:

  • 07 Noites de Hospedagem com café da manhã em hotéis da Rede CVC Categoria turística
  • Passagem Aérea BH  / Porto Seguro / BH
  • Traslado Aeroporto / Hotel / Aeroporto
  • City Tour

 

14925575_1227494970630572_5726177806835045323_n

14925459_1227494953963907_1133527524202457951_n

Festival recebe selo “Eu Participo”

Além das várias atividades que envolveu públicos de várias idades, o Festival tinha o objetivo de promover a integração entre as culturas mexicana e brasileira. Promover um intercâmbio entre os dois países com o propósito de estreitar laços de amizade e de negócios futuros.  Por essa iniciativa, o Festival foi premiado pela ACMinas, por meio do Projeto Internacionaliza BH, com o Selo “Eu Participo” . O objetivo do prêmio é criar uma rede de ações integradas ao Internacionaliza BH que promovam ainda mais o convívio entre estrangeiros e mineiros, que integrem diferentes países com o Brasil e que façam com que a capital mineira seja ponto de convergência de diversas culturas. Prestigiaram o evento, além da diretora da ACMinas e coordenadora do projeto Internacionaliza BH, Mônica Cordeiro, o representante da Embaixada mexicana no Brasil, Guillermo de J. Palacios, os representantes do Consulado Mexicano no Rio de Janeiro Adolfo Zepeda e Héctor Pérez George, além do representante da Assessoria de Relações Internacionais do Governo do Estado,  Hugo Salomão França.

 

 

 

  • |
  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *